FIO DE ESPERANÇA


João Marcos Ribeiro Santos tem 28 anos. Ele fugiu de casa aos 12 quando a mãe faleceu e viveu um bom tempo nas ruas de Curitiba.

Como sem-teto, encontrou em algumas linhas que recebeu de doação, o fio de esperança para mudar a sua realidade. 

João começou a fazer crochê, vender e assim ganhar a vida. 

Com essa arte conseguiu sair das ruas e se manter.

Agora o seu maior sonho é abrir uma loja de artesanato.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo